sábado, 2 de novembro de 2013

"Blueberry" nº 4 "Le Cavalier perdu"

Capa de "Le Cavalier perdu", uma das reedições.


Prancha 1.


Prancha 2.


Prancha 3.


Prancha 4.


Prancha 4.


Ficha técnica

“Le Cavalier perdu”
“O Cavaleiro Perdido”
Roteiro: Jean-Michel Charlier
Desenhos: Jean Giraud e Jijé
Capa: Jean Giraud
Cores: Claude Poppé
Volume: 4
Ano de publicação da primeira edição: 1968
Número de pranchas: 46
Gênero: Western
Preço: 11.99 €
Formato: 22,5x29,8 cm
Público: Todos os públicos – Família
Dargaud Éditeur, Paris, França

N. C.: Recolorização: Claudine Blanc-Dumont

Fonte das imagens: Dargaud Éditeur.



A capa da 1ª edição.


 A prancha 1 da 1ª edição.



A contracapa da 1ª edição.

Fonte das imagens: Bedetheque.


LE CAVALIER PERDU
Quarto episódio

Essa história foi pré-publicada em “Pilote” entre 29 de abril e 7 de outubro de 1965.

Jijé, de cujo Giraud foi discípulo até sua estreia, desenha as pranchas 18 a 38 desse episódio e explicou à época: "Essa colaboração me foi pedida por Charlier, quando Giraud havia desaparecido nos Estados Unidos da América sem deixar endereçoPequena vingança contra os monstruosos atrasos dos roteiros de Charlier?”.
Esse álbum marca uma etapa para Giraud na relação com seu "mestre" Jijé: "Foi ali, nesse momento, que eu senti que estava terminado, que alguém se livrou da relação pai/filho. Nós éramos de igual para igual, um profissional que presta serviço a outro profissional. Foi certamente bastante artificial porquanto ao ponto de vista do estilo, ele ainda era superior a mim em cem côvados. Ele me substituiu quando eu estava na América, onde eu estava quaisquer semanas sem poder desenhar. Ele deve ter dito que, à época, eu não tinha mais tempo para respirar: eu terminava um episódio e, imediatamente, eu começava outro, era loucura!".

A destacar, a aparição, pela primeira vez, do fiel Jimmy Mac Clure.

Fonte: Blueberry L’Intégrale / 1. Anthology – Les classiques de la bande dessinée. Charlier – Giraud. Éditions Niffle, Bélgica, 2002.


"Le cavalier perdu" - "O Cavaleiro Perdido"

Esse episódio foi publicado na revista "Pilote" entre 29 de abril e 7 de outubro de 1965, e lançado em álbum em 1968; é o quarto volume do ciclo Forte Navajo. As Primeiras Guerras Indígenas (álbuns 1 a 5) - Arizona, Novo México e Texas. Junho de 1867 a Maio de 1868. Acontecimentos históricos: Negócio Bascom, As Guerras Indígenas e A Construção do Caminho de Ferro. As cores da reedição de junho de 2002 são de Claudine Blanc-Dumont, colorista dos álbuns realizados por seu marido, Michel Blanc-Dumont, para a série "A Juventude de Blueberry".

Jijé auxiliou, pela segunda e última vez, o seu ex-discípulo Gir - o qual estava ao seu nível ou até o superava -, desenhando 21 pranchas dessa história, cujo título, "O Cavaleiro Perdido", alude ao Tenente Graig, que foi salvo pelo seu colega de farda, o Tenente Blueberry.

Surge Jimmy Mac Clure, um garimpeiro de ouro, velhote, baixinho, barrigudo, beberrão, cheio de trapalhadas e muito corajoso, que se tornará o primeiro parceiro de Mike Steve, sendo seu amigo e companheiros de aventuras, na grande maioria dos álbuns da série central, com 18 anos de vida editorial – de “Le Cavalier perdu” (1968) - "O Cavaleiro Perdido" – até “Le Bout de la piste”  (1986) - "O Fim da Pista".

A Editora Abril lançou o álbum em dezembro de 1990, em cores, e sempre com a numeração atrasada: número 3 x número 4 da série francesa. A editora brasileira usou as expressões "túnicas azuis" para designar os soldados norte-americanos e "Nariz Quebrado" para Blueberry, ao invés de "Nariz Partido" conforme a editora portuguesa Meribérica intitulou anos antes o álbum "Nez Cassé" (França, 1980). Nariz Partido – Tsi-na-pah – é o apelido dado pelos Apaches a Blueberry, devido seu nariz quebrado pelo General Dodge na série paralela "A Juventude de Blueberry".

A destacar a participação do mestiço Crowe, ex-tenente da Cavalaria, que salva Blueberry e Jimmy McClure do poste dos martírios e da vingança de Quanah, a Águia Solitária. E ainda os ex-combatentes sulistas, Capitão Finlay e Cabo Kimball, que também salvam, juntamente com um grupo de "jay-hawker", a dupla de amigos e companheiros de aventuras, dessa vez da forca, no México.

Afrânio Braga


Blueberry nº 4 Le Cavalier perdu © Jean-Michel Charlier, Jean Giraud, Dargaud Éditeur 1968
Blueberry © Jean-Michel Charlier, Jean Giraud, Dargaud Éditeur




Nenhum comentário:

Postar um comentário