terça-feira, 9 de setembro de 2014

“Une aventure de Jim Cutlass”

Em 1979, o western “Une aventure de Jim Cutlass” foi criado por Jean-Michel Charlier e Jean Giraud, na trilha do sucesso de “Blueberry”, e publicado pelas edições Les Humanöides Associés. As histórias também acontecem durante e depois da Guerra de Secessão dos Estados Unidos da América: igualmente Jim Cutlass foi oficial do Exército da União, tendo uma patente a mais do que o Tenente Blueberry, e se torna ex-capitão em seu retorno ao Sul.

O primeiro episódio, “Mississippi River”, foi inspirado em “E o Vento Levou”, com os personagens Carolyn e Don Clay tipificando Vivien Leigh e Clark Gable, atores que interpretaram Scarlett O'Hara e Rhett Butler no famoso filme - existe um pretenso triângulo amoroso entre Clay, Carolyn e Jim (como aquele de Rhett, Scarlett e Ashley Wilkes no premiado “Gone With the Wind”) - e a fazenda Cyprus Lodge, como Tara, é o pano de fundo da história.

Após a morte do roteirista Jean-Michel Charlier, em 1989, o desenhista Jean Giraud assume os roteiros e continua, a partir de 1990, “Une aventure de Jim Cutlass”, com Christian Rossi nos desenhos, na revista mensal “(À suivre)”. Jean Giraud, depois de ter prosseguido a história “L’Homme de la Nouvelle-Orléans”, a partir da prancha 36, realiza os roteiros de mais cinco álbuns publicados pelas edições Casterman até 1999 – três desses álbuns foram lançados em avant-première na revista “(À suivre)”.



Une aventure de Jim Cutlass” - “Uma Aventura de Jim Cutlass”





1. Mississippi River
Roteiro: Jean-Michel Charlier
Desenhos: Jean Giraud
Cores: Isabelle Beaumenay-Joannet
Depósito legal: 11/1979
Editora: Les Humanoïdes Associés
Coleção: Eldorado
Formato: Formato normal
Pranchas: 60



1a. Mississippi River
Roteiro: Jean-Michel Charlier
Desenhos: Jean Giraud
Cores: Isabelle Beaumenay-Joannet
Depósito legal: 01/1991
Editora: Casterman
Formato: Formato normal
Pranchas: 62



1b. Mississippi River
Roteiro: Jean-Michel Charlier
Desenhos: Jean Giraud
Cores: Isabelle Beaumenay-Joannet
Depósito legal: 01/1991
Editora: Casterman
Formato: Formato normal

Pranchas: 62



1TL. Mississippi River
Roteiro: Jean-Michel Charlier
Desenhos: Jean Giraud
Cores: preto e branco
Depósito legal: 01/1980
Editora: Jonas
Coleção: 1/1
Formato: outro formato

Edição: 800 exemplares, em parte assinados





2. L’Homme de la Nouvelle-Orléans
Roteiro: Jean-Michel Charlier e Jean Giraud
Desenhos e cores: Christian Rossi
Depósito legal: 01/1991
Editora: Casterman
Formato: Formato normal
Pranchas: 58




2a. L’Homme de la Nouvelle-Orléans
Roteiro: Jean-Michel Charlier e Jean Giraud
Desenhos e cores: Christian Rossi
Depósito legal: 01/1991
Editora: Casterman
Formato: Formato normal
Pranchas: 58





3. L’allicator blanc
Roteiro: Jean Giraud
Desenhos e cores: Christian Rossi
Depósito legal: 09/1993
Editora: Casterman
Coleção: Contre Champ
Formato: Formato normal
Pranchas: 64
Edição: lombada telada



3b. L’allicator blanc
Roteiro: Jean Giraud
Desenhos e cores: Christian Rossi
Depósito legal: 09/1993
Editora: Casterman
Formato: Formato normal
Pranchas: 68





4. Tonnerre au Sud
Roteiro: Jean Giraud
Desenhos e cores: Christian Rossi
Depósito legal: 01/1995
Editora: Casterman
Formato: Formato normal
Pranchas: 66





5. Jusqu’au cou !
Roteiro: Jean Giraud
Desenhos e cores: Christian Rossi
Depósito legal: 08/1997
Editora: Casterman
Formato: Formato normal
Pranchas: 68





6. Colts, Fantômes et Zombies
Roteiro: Jean Giraud
Desenhos e cores: Christian Rossi
Depósito legal: 10/1998
Editora: Casterman
Formato: Formato normal
Pranchas: 46





7. Nuit noire
Roteiro: Jean Giraud
Desenhos e cores: Christian Rossi
Depósito legal: 09/1999
Editora: Casterman
Formato: Formato normal
Pranchas: 46
Edição: com o dossiê L’univers inclassable de Jim Cutlass, de 8 páginas, reservado à primeira edição.

Fonte das imagens e das fichas técnicas: Bedetheque.


 

A ilustração da capa do álbum "Mississippi River", Les Humanoïdes Associés, 1979, teve como fotografia de referência Sunset Carson e Linda Stirling em "Santa Fe Saddlemates" de Thomas Carr (1945).

Fonte: Mister Jacq.
N. C.: Sunset Carson é substituído por Jim Cutlass e Ann Morton (interpretada por Linda Stirling) por Carolyn Grayson, a prima de Cutlass.



O volume inicial da série, “Mississippi River”, foi lançado em Portugal por Editorial Futura, de Lisboa, em 1983. A editora portuguesa publica a ilustração da contracapa francesa da editora Les Humanoïdes Associés na sua capa e aquela da capa na sua contracapa.



Rhett “Don Clay” Butler e Scarlett “Carolyn” O’Hara. Don Clay e Carolyn são personagens de "Une aventure de Jim Cutlass".



A ilustração, de Jean Giraud, da contracapa de “Mississippi River”, primeiro volume da série "Une aventure de Jim Cutlass", foi inspirada em uma fotografia, dos atores Wild Bill Elliott (Red Ryder) e Peggy Stewart (Cheyenne Jackson), que integra o cartaz de "Conquest of Cheyenne", filme americano, dirigido por R. G. Springsteen, com roteiro de Fred Harman, de 1946.



A série também foi publicada na Alemanha. Em 1981, a editora Volksverlag lança “Mississippi River”, na coleção “Comics für erwachsene”, utilizando, como a edição do Editorial Futura, a ilustração da contracapa da editora Les Humanoïdes Associés na capa.





Essa ilustração de Jean Giraud foi publicada inicialmente na capa da revista “Métal Hurlant” Nº 44, 01/09/1979, na pré-publicação de “Jim Cutlass”, o novo western de Giraud e Charlier, antes de sua estreia em álbum cartonado, “Mississipi River”, alguns meses mais tarde, com uma nova capa, inspirada dessa vez no filme "Santa Fe Saddlemates".

Para a ilustração da capa da revista, Jean Giraud se inspirou em uma cena de “Conquest of Cheyenne”, cuja também foi a base do cartaz do filme. Red Ryder (interpretado por Bill Elliott) é substituído por Jim Cutlass e Cheyenne Jackson (interpretada por Peggy Stewart) por Carolyn Grayson, a prima de Cutlass.


Fonte da imagem: kicswila.


 

Em 1992, a editora Calsen Verlag prossegue a série alemã, chamada apenas de “Jim Cutlass”, na coleção “ComicArt”, com o volume 1, cujo apresenta a contracapa com uma ilustração inédita, e com os volumes 2 e 3 na coleção “Calsen Comics”, publicados respectivamente em 1992 e 1993.


 

Em 2001, a editora Kult Editionen retoma a série “Jim Cutlass” a partir do volume 5, que também apresenta uma contracapa distinta da edição francesa; o volume 6 também sai em 2001 e o volume 7 em 2002.

Fonte das imagens das séries alemãs: Bedetheque.


Une aventure de Jim Cutlass © Les Humanoïdes Associés, Jean-Michel Charlier, Jean Giraud 1979
Une aventure de Jim Cutlass © Casterman, Jean-Michel Charlier, Jean Giraud 1991
Une aventure de Jim Cutlass © Casterman, Jean-Michel Charlier, Jean Giraud, Christian Rossi 1993
Une aventure de Jim Cutlass © Casterman, Jean Giraud, Christian Rossi 1995, 1997, 1998, 1999
Uma aventura de Jim Cutlass © Editorial Futura, Jean-Michel Charlier, Jean Giraud 1983
Mississippi River © Volksverlag, Jean-Michel Charlier e Jean Giraud 1981
Jim Cutlass © Carlsen Verlag, Jean-Michel Charlier, Jean Giraud 1992
Jim Cutlass © Carlsen Verlag, Jean-Michel Charlier, Jean Giraud, Christian Rossi 1992
Jim Cutlass © Carlsen Verlag, Jean Giraud, Christian Rossi 1993
Jim Cutlass © Kult Editionen, Jean Giraud, Christian Rossi 2001, 2002


Afrânio Braga


segunda-feira, 1 de setembro de 2014

“Blueberry” - Portfolio Éditions Gentiane

Capa.


Contracapa.


Ficha técnica

Portfolio Blueberry Gentiane
Categoria: Portfólio
Autor: Jean Giraud
Editora: Gentiane
Dimensões: 30x40 cm
Aspecto: Policromo
Data de lançamento: junho de 1983
Preço: -
Tiragem: 1500 exemplares
Edição: Portfólio em cores e em preto e branco

Fonte: Bedetheque.


Jean Giraud dedicando no portfólio “Blueberry” de Jean-François, quando esteve em Perpignan, cidade desse grande colecionador de Blueberry, nos Pirineus Orientais, sul da França, próximo à fronteira com a Espanha e ao litoral do Mar Mediterrâneo. Fonte da imagem: jfmal.




Portfólio em pasta cartonada com orelhas. Compreende 4 páginas de título, duas de texto, 4 pranchas em cores, 25 pranchas em preto e branco e uma página acabada de imprimir. Edição assinada e numerada, na primeira prancha em cores, de 1600 exemplares, dos quais 100 em uma edição fora do comércio. Enriquecido de uma dedicatória de Jean-Michel Charlier, ao estilo esferográfica preta, na página inicial de texto.

Fonte: Invaluable.


Portfolio Blueberry Jean Gir

Em 1983, saía o volumoso portfólio “Blueberry Jean Gir”, por Gentiane, em cujo o essencial é uma seleção de quadrinhos extraídos dos álbuns “La Longue marche”, “La Tribu fantôme” e “La Dernière carte” em preto e branco, retocadas sem textos, nem balões.

Trechos selecionados:

“La Longue marche”, prancha 32, quadrinho 1




“La Longue marche”, prancha 40, quadrinho 2




“La Longue marche”, prancha 46, quadrinho 7




“La Tribu fantôme”, prancha 12, quadrinho 4




“La Tribu fantôme”, prancha 39, quadrinho 5




“La Dernière carte”, prancha 6, quadrinho 4




Com o bônus, a serigrafia “Hommage à Jijé”, junto ao portfólio.


Fonte: Mister Jacq.


Portfolio Gentiane

Mítico portfólio editado, em 1983, por Gentiane. Com 1500 exemplares (+ 100 HC), os 230 primeiros eram acompanhados de uma serigrafia – “Hommage à Jijé” (Blueberry diante de um cartaz mostrando Jerry Spring e Pancho) – assinada por Gir.

Fonte: Collection Blueberry.


N. C.: Prancha de abertura. Fonte: catawiki.


Blueberry

Artista: Mœbius (Jean Giraud)
Publicação: Edição limitada com impressão litografada em Cartridge Paper.
Dimensões: 32 x 25 cm
Data: 1983
Uma edição limitada impressa com o essencial de Blueberry, famoso personagem western de Jean Giraud. De uma edição limitada de 1500.

N. C.: As 4 pranchas em cores e as 25 em preto e branco (exceto a 26ª ilustração, “Hommage à Jijé”, presenteada aos 230 primeiros compradores):


N. C.: Blueberry inspirado no ator Charlton Heston em “Arrowhead” (“O Último
Guerreiro”), filme, de 1953, dirigido por Charles Marquis Warren, com Jack Palance.


N. C.: Red Neck e Mike Blueberry.


N. C.: Mike Blueberry, Jimmy McClure e Red Neck à mesa - na cadeira vazia, um exemplar de “A Bíblia Sagrada”; em pé, um oficial do exército americano e um civil.


N. C.: Blueberry cercado pelo Marshal e os delegados de Little Soul.


N. C.: Blueberry inspirado no ator Charlton Heston, dessa vez em “Will Penny”
(“E o Bravo Ficou Só”), filme, de 1968, dirigido por Tom Gries. 


N. C.: Red Neck, Mike Blueberry e Jimmy McClure inspirados em Don Terry, 
Lon Chaney Jr. e Noah Beery Jr. em uma fotografia de "Overland Mail", seriado 
do estúdio Universal, de 1942, dirigido por Ford Beebe e John Rawlins.


N. C.: Blueberry tocando violão no Grand Canyon, Arizona.


N. C.: “Blueberry” nº 18 “Nez Cassé” (“Nariz Partido”), quadrinho inédito no álbum. Tsi-Na-Pah preparando a armadilha para matar uma águia, tirar as suas penas e presenteá-las a Chini, a fim de enfeitar a roupa de casamento da filha de Cochise com ele. 


N. C.: “Blueberry” nº 19 “La Longue marche” (“A Longa Marcha”), prancha 1, quadrinho 1. Red Neck chega a Socorro, uma pequena vila mineira do Novo México, procurando Jimmy McClure, seu antigo companheiro de aventuras, e de Blueberry, para livrar esse último da forca.


N. C.: “Blueberry” nº 19 “La Longue marche” (“A Longa Marcha”), prancha 9, quadrinho 5. Abraço de despedida de Chini e Blueberry, em Forte Bowie, próximo de Apache Pass, Arizona. O casal se reencontraria ainda na mesma história.


N. C.: “Blueberry” nº 19 “La Longue marche” (“A Longa Marcha”), prancha 13, quadrinho 7.
Após ser liberada de Forte Bowie, Chini alcança o cume de Dead Horse Mesa, em cujo se
reúne com Vittorio e os Apaches rebeldes para discutir o destino da tribo e de Tsi-Na-Pah.


N. C.: “Blueberry” nº 19 “La Longue marche” (“A Longa Marcha”), prancha 28, quadrinho 2. Vittorio e Blueberry, irmãos de sangue. 


N. C.: “Blueberry” nº 19 “La Longue marche” (“A Longa Marcha”), prancha 31, quadrinho 1. Red Neck e Jimmy McClure são acordados por Gedeon Eggskull, Wild Bill Hicock e os cães Gog e Magog.


N. C.: “Blueberry” nº 19 “La Longue marche” (“A Longa Marcha”), prancha 32, quadrinho 1. Em Benson, Lily Calloway, aliás, Chihuahua Pearl, conversa com Duke Stanton, o seu noivo, um rico empresário do setor ferroviário.


N. C.: “Blueberry” nº 19 “La Longue marche” (“A Longa Marcha”), prancha 33, quadrinho 2. 
Os prisioneiros Jimmy McClure e Red Neck são amarrados aos cavalos, 
respectivamente de Wild Bill Hicock e Gedeon Eggskull, e conduzidos 
forçadamente - os cães Gog e Magog, de Eggskull, seguem à frente do grupo, 


N. C.: “Blueberry” nº 19 “La Longue marche” (“A Longa Marcha”), prancha 34, quadrinho 1. Serpente Pequena, batedor Apache do bando liderado por Tsi-Na-Pah, Vittorio e Chini, espiona o trem, de Duke Stanton, pronto para partir da estação de Wind Mill, após a população, com medo de um ataque dos índios, abandonar e incendiar Benson.


N. C.: “Blueberry” nº 19 “La Longue marche” (“A Longa Marcha”), prancha 40, quadrinho 2. Tsi-Na-Pah e os Apaches param um oficial do exército e Duke Stanton junto ao trem desse último.


N. C.: “Blueberry” nº 19 “La Longue marche” (“A Longa Marcha”), prancha 42, parte do quadrinho 6. Chini, do vagão privativo de Duke Stanton, que ficou detido no trem, juntamente com Pearl e o oficial do exército, avista “Cabeça de Pedra” (Gedeon Eggskull) no momento que Gog e Magog atacavam Jimmy McClure e Red Neck e Wild Bill Hicock ameaçava abater os cães por causa disso.


N. C.: “Blueberry” nº 19 “La Longue marche” (“A Longa Marcha”), prancha 46, 
quadrinho 7. Enquanto o exército os procura no sul, rumo à fronteira mexicana, 
Tsi-Na-Pah e os Apaches cavalgam para a Reserva de San Carlos, a nordeste.


N. C.: “Blueberry” nº 20 “La Tribu fantôme” (“A Tribo Fantasma”), prancha 11, parte do quadrinho 1. Chini, Cochise e o último grupo de fugitivos da Reserva de San Carlos, Arizona, em meio a nevoeiro e vento forte, encontram Vittorio e os guerreiros Apaches.


N. C.: “Blueberry” nº 20 “La Tribu fantôme” (“A Tribo Fantasma”), prancha 12, quadrinho 4. Três índios anciões são levados da aldeia para o forte da Reserva de San Carlos, porém os soldados não conseguem que eles informem o paradeiro da tribo.


N. C.: “Blueberry” nº 20 “La Tribu fantôme” (“A Tribo Fantasma”), prancha 35, quadrinho 8.
Gedeon Eggskull, com o cão Baal, substituto dos falecidos Gog e Magog,
observa uma sentinela do acampamento da tribo fugitiva.


N. C.: “Blueberry” nº 20 “La Tribu fantôme” (“A Tribo Fantasma”), prancha 36, parte do quadrinho 1. Tsi-Na-Pah, Cochise, Vittorio e os líderes Apaches discutem qual plano eles devem seguir na fuga da tribo.


N. C.: “Blueberry” nº 20 “La Tribu fantôme” (“A Tribo Fantasma”), prancha 39, quadrinho 5. Wild Bill Hicock, a cavalo, junto ao poste do telégrafo, reencontra Gedeon Eggskull, ao lado de um trem repleto de mercenários que estavam em busca da tribo fugitiva.


N. C.: “Blueberry” nº 21 “La Dernière carte” (“A Última Cartada”), prancha 1, quadrinho 1. Jimmy McClure, Mike Blueberry e Red Neck chegam, à noite, em Chihuahua, capital do Estado de Chihuahua, no norte do México.


N. C.: “Blueberry” nº 21 “La Dernière carte” (“A Última Cartada”), prancha 1, quadrinho 2. Red Neck, Mike Blueberry e Jimmy McClure percorrem, a cavalo, as ruas de Chihuahua à procura de um local para se hospedar.


N. C.: “Blueberry” nº 21 “La Dernière carte” (“A Última Cartada”), prancha 6, quadrinho 4. Vigo, comandante do exército mexicano, agora governador do Estado de Chihuahua, prende Jimmy McClure e Red Neck e os obriga a levá-lo até Blueberry, cujo também prende após esse tomar um banho, auxiliado pela camareira, na banheira do quarto do hotel no qual o trio de companheiros se hospedara.


N. C.: “Blueberry” nº 21 “La Dernière carte” (“A Última Cartada”), prancha 9, quadrinho 6. Os prisioneiros Blueberry, Jimmy McClure e Red Neck conversam sobre o destino que os aguarda – os três serão fuzilados ao amanhecer.


N. C.: “Blueberry” nº 21 “La Dernière carte” (“A Última Cartada”), prancha 11, quadrinho 5. Blueberry, preso em Chihuahua, México, condenado à morte por fuzilamento, pensa em Chihuahua Pearl, a bela cantora loira que conhecera justamente naquela cidade. 

Fonte: illustrationartgallery.

Portfolio Blueberry Jean Gir © Jean-Michel Charlier, Jean Giraud, Éditions Gentiane 1983


Blueberry “Country & Western”, uma imagem descoberta no Portfolio “Blueberry”, publicado por Gentiane, em 1983, reprisada, em cartão postal, em cores, por Aedena, em 1984.



A versão, em cores, de um retrato de Blueberry, inspirado no filme “Will Penny, le solitaire”, publicado, em cartão postal, por Aedena, em 1984.


Fonte: Mister Jacq.

Blueberry carte postale © Jean-Michel Charlier, Jean Giraud, Éditions Aedena 1984


Fonte da imagem: artcurial: a ilustração 1 de um portfólio numerado e assinado.


Afrânio Braga