quarta-feira, 1 de junho de 2016

“La Jeunesse de Blueberry” nº 8 “Trois hommes pour Atlanta”

Capa, reedição de 2005. 


Prancha 1. 

Prancha 2. 


Prancha 3. 


Prancha 4. 


Prancha 5. 


Contracapa, reedição 2005.

Ficha técnica

“Trois hommes pour Atlanta”
“Três Homens para Atlanta”
Roteiro: François Corteggiani
Desenhos e capa: Colin Wilson
Cores: Janet Gale
Volume: 8
Ano de publicação: Alpen Publishers: 1993 (1); Dargaud: 2000 (2), 2000 (Collection Édition en OR), 2005 (3).
Número de pranchas: 46
Gênero: Western
Preço: 11.99 €
Formato: 22,5x29,5 cm
Público: Todos os públicos – Família
Alpen Publishers, Genebra, Suiça
Dargaud Éditeur, Paris, França

Fonte: Dargaud Éditeur e Bedetheque.

N. C.: 1) Alpen Publishers: Capa dupla – o desenho se estende da capa à contracapa. Contracapa: “Blueberry”: 23 títulos; “Marshal Blueberry”: 2 títulos; “La Jeunesse de Blueberry”: 8 títulos. 2) Dargaud, 2000: Capa dupla – o desenho se estende da capa à contracapa. Contracapa: “Blueberry”: 26 títulos; “Marshal Blueberry”: 3 títulos; “La Jeunesse de Blueberry”: 12 títulos (11 publicados, 1 a publicar); “Hors collections”: 3 títulos. 3) Dargaud, 2005: Contracapa: “Blueberry”: 28 títulos; “Marshal Blueberry”: 3 títulos; “La Jeunesse de Blueberry”: 14 títulos (13 publicados, 1 a publicar); “Hors collections”: 3 títulos.


Paralelamente ao ciclo clássico da saga de Blueberry, Jean Giraud desenha, entre 1968 e 1970, a juventude do futuro tenente. Essa “série” retoma seu curso em 1985 sob o lápis de Colin Wilson, muito respeitoso do estilo imposto por Jean Giraud.

Quando Jean-Michel Charlier e Jean Giraud se lançaram em “La Jeunesse de Blueberry”, eles não poderiam imaginar a qual ponto essa outra faceta da vida de Blueberry iria apaixonar os leitores. Hoje, é Michel Blanc-Dumont que assume o grafismo – com maestria – ao lado do roteirista François Corteggiani.


Fonte: Dargaud Éditeur.


 A capa, Alpen Publishers, 1993


 A prancha 17, Alpen Publishers


A contracapa, Alpen Publishers


Blueberry fugiu da prisão de Rome, na Geórgia, a bordo de um trem sulista. Essa façanha vale a ele ser colocado sob as ordens do general Sherman, que vem de empreender sua marcha rumo ao mar, a fim de cortar em dois um Sul já moribundo. Blueberry é enviado a Atlanta, como batedor, para avaliar a importância das fortificações da cidade, mas as sombras, vindas de seu passado próximo, o esperam...

Fonte: “Trois hommes pour Atlanta”, Dargaud Éditeur, 2000.


Blueberry, o sargento Grayson e Homer rompem em Atlanta, na qual se parece visivelmente entrar como em um moinho apesar de “as formidáveis defesas da cidade”.

Nossos heróis passeiam em toda quietude, em seguida se fazem sitiar, depois fogem, depois passeiam, depois se fazem sitiar...

Blam! Blam! Paw! E paw-paw-paw!

Não muito evoluído!

Voltaire

Fonte: Bedetheque.


A série “Blueberry” foi criada por Jean-Michel Charlier e Jean Giraud.


Fonte das imagens: Bedetheque: capa e contracapa, Dargaud Éditeur, 2005; capa, prancha 17 e contracapa, Alpen Publishers, 1993. BDfugue: pranchas 1, 2, 3, 4 e 5, Dargaud Éditeur, 2005.

La Jeunesse de Blueberry nº 8 Trois hommes pour Atlanta © François Corteggiani, Colin Wilson, Alpen Publishers 1993
La Jeunesse de Blueberry nº 8 Trois hommes pour Atlanta © François Corteggiani, Colin Wilson, Dargaud Éditeur 2000, 2005


Afrânio Braga


Nenhum comentário:

Postar um comentário