sexta-feira, 17 de março de 2017

“La Jeunesse de Blueberry” nº 14 “Le boucher de Cincinnati”

Capa, 2005. N. C.: Snake, “O açougueiro de Cincinnati”, e Blueberry. 


Página de apresentação. N. C.: Publicada a partir
do volume 10, “La Solution Pinkerton”, 1998.


Prancha 1. 


Prancha 2. 


Prancha 3. 


Prancha 15. 


Contracapa, 2005.

Ficha técnica

“Le boucher de Cincinnati”
“O Açougueiro de Cincinnati” (1)
Roteiro: François Corteggiani
Desenhos e capa: Michel Blanc-Dumont
Cores: Claudine Blanc-Dumont
Volume: 14
Ano de publicação: 2005 (a); 2009 (b) (2)
Número de pranchas: 46
Gênero: Western
Preço: 11,99 €
Formato: 22,5x29,5 cm
Público: Todos os públicos – Família
Dargaud Éditeur, Paris, França

Edição: a) Anotado “Primeira edição”. b) Collection Les indispensables de la BD. Assinalado Primeira edição em 2005.

Fonte: Dargaud Éditeur e Bedetheque.

N. C.:

1) Snake, “O Açougueiro de Cincinnati” (ou “O Carniceiro de Cincinnati”), lembra Jonah Rex. Jonah Woodson Hex é um personagem fictício de quadrinhos do gênero Western. Criado por John Albano e Tony DeZuniga, seus direitos pertencem a DC Comics. Ele apareceu pela primeira vez em “All-Star Western” #10, 1972. Jonah Woodson Hex é um pistoleiro caçador de recompensas. Do tipo anti-herói, sua face direita é assustadoramente deformada, o que o leva a se isolar do convívio das pessoas. Ele usa um uniforme dos soldados confederados, derrotados na Guerra Civil Americana, o quê o torna ainda uma figura desagradável aos vencedores da guerra, seus conterrâneos nortistas. Fonte: Wikipédia.

2) As capas e as contracapas das edições são idênticas, exceto pela inclusão do título Les indispensables de la BD naquela de 2009. As contracapas apresentam a relação de títulos publicados de “Blueberry”, “Marshal Blueberry”, “La Jeunesse de Blueberry” e “Hors collections” até então.

A capa, Les indispensables de la BD, 2009.


Verão de 1864, um homem é raptado pelos Confederados. Seu nome, Richard Gattling (1), engenheiro e, sobretudo, inventor da primeira verdadeira máquina de guerra industrial a célebre Gattling, ancestral de todas as metralhadoras modernas. O jovem tenente Blueberry vai, portanto, se lançar à sua procura a fim de evitar que os Sulistas possam desenvolver essa arma infernal, mas bem real que poderia mudar o destino dos Estados Unidos.

A partir de fatos e de personagens reais, François Corteggiani constrói um incrível roteiro magnificamente colocado em imagem por um Michel Blanc-Dumont no ápice de sua arte. Muito da grande aventura para esse novo díptico. Essa aventura é o primeiro volume de uma história em dois álbuns que conduzirá Blueberry ao México sobre a pista de Gatling. Traições, golpes desferidos, combates e perseguições vão ao vosso encontro nos cenários suntuosos devidos ao imenso Blanc-Dumont.

“A Juventude de Blueberry” prossegue, cheia de reviravoltas, na grande tradição dos grandes folhetins da literatura popular.

Fonte: Dargaud Éditeur.


N. C.: 1) Richard Jordan Gatling (12 de setembro de 1818 – 26 de fevereiro de 1903). Inventor americano conhecido por sua invenção da Gatling, uma arma multicilindro operada por manivela, a qual ele patenteou em 1862. Fonte: Global Britannica.


O quadrinho 1 da prancha 1.


O desenho original da capa.


A série “Blueberry” foi criada por Jean-Michel Charlier e Jean Giraud.

Fonte das imagens: Bedetheque: capa, prancha 15 e contracapa, 2005; capa, 2009. BDfugue: pranchas 1, 2 e 3. Michel Blanc-Dumont: o quadrinho 1 da prancha 1; o desenho original da capa.

La Jeunesse de Blueberry nº 14 Le boucher de Cincinnati © François Corteggiani, Michel Blanc-Dumont, Dargaud Éditeur 2005, 2009

Afrânio Braga